quinta-feira, 26 de julho de 2012

ESCLARECENDO AS DEFICIÊNCIAS...

Deficiência Mental 

Inteligência...
Definição de inteligência: “capacidade para aprender, capacidade para pensar abstractamente, capacidade de adaptação a novas situações” e “conju
nto de processos como memória, categorização, aprendizagem e solução de problemas, capacidade linguística ou de comunicação, conhecimento social…”(Sainz e Mayor).


Deficiência Mental

Conceito:
Deficiência mental é a designação que caracteriza os problemas que ocorrem no cérebro e levam a um baixo rendimento, mas que não afectam outras regiões ou áreas cerebrais.


Quem pode ser considerado deficiente mental?
Deficiente mental são “todas as pessoas que tenham um QI abaixo de 70 e cujos sintomas tenham aparecido antes dos dezoito anos considera-se que têm deficiência mental.” - Paula Romana.
Segundo a vertente pedagógica, o deficiente mental será o indivíduo que tem uma maior ou menor dificuldade em seguir o processo regular de aprendizagem e que por isso tem necessidades educativas especiais, ou seja, necessita de apoios e adaptações curriculares que lhe permitam seguir o processo regular de ensino.


Graus de deficiência mental
Embora existam diferentes correntes para determinar o grau de deficiência mental, são as técnicas psicométricas que mais se impõem, utilizando o QI para a classificação desse grau.
O conceito de QI foi introduzido por Stern e é o resultado da multiplicação por cem do quociente obtido pela divisão da IM (idade mental) pela IC (idade cronológica).Segundo a OMS, a deficiência
divide-se:
- Profunda:
• Grandes problemas sensorio-motores e de comunicação,bem como de comunicação com o meio;
• São dependentes dos outros em quase todas as funções e actividades, pois os seus handicaps físicos e intelectuais são gravíssimos;
• Excepcionalmente terão autonomia para se deslocar e responder a treinos simples de auto-ajuda.

- Grave/severa:
• Necessitam de protecção e ajuda, pois o seu nível de autonomia é muito pobre;
• Apresentam muitos problemas psicomotores;
• A sua linguagem verbal é muito deficitária – comunicação primária;
• Podem ser treinados em algumas actividades de vida diária básicas e em aprendizagens pré-tecnológicas simples;

- Moderado/média:
• São capazes de adquirir hábitos de autonomia pessoal e social;
• Podem aprender a comunicar pela linguagem oral, mas apresentam dificuldades na expressão e compreensão oral;
• Apresentam um desenvolvimento motor aceitável e têm possibilidade para adquirir alguns conhecimentos pré-tecnológicos básicos que lhes permitam realizar algum trabalho;
• Dificilmente chegam a dominar as técnicas de leitura, escrita e cálculo;

- Leve/ligeira:
• São educáveis;
• Podem chegar a realizar tarefas mais complexas;
• A sua aprendizagem é mais lenta, mas podem permanecer em classes comuns embora precisem de um acompanhamento especial;
• Podem desenvolver aprendizagens sociais e de comunicação e têm capacidade para se adaptar e integrar no mundo laboral;
• Apresentam atraso mínimo nas áreas perceptivas e motoras;
• Geralmente não apresentam problemas de adaptação ao ambiente familiar e social.


Etiologia/Causas e factores de risco
É importante alertar que, muitas vezes, apesar da utilização de recursos sofisticados na realização do diagnóstico, não se chega a definir com clareza a causa de deficiência mental.

Factores Genéticos
Estes factores actuam antes da gestação; a origem da deficiência está já determinada pelos genes ou herança genética. São factores ou causas de tipo endógeno (actuam no interior do próprio ser).
Existem dois tipos de causas genéticas:
• Geneopatias – alterações genéticas que produzem metabolopatias ou alterações de metabolismo;
• Cromossomopatias – que são síndromes devidos a anomalias ou alterações nos cromossomas.

Factores Extrínsecos
Factores extrínsecos são factores pré-natais, isto é, que actuam antes do nascimento do ser.
Podemos, então, constatar os seguintes problemas:
• Desnutrição materna;
• Má assistência à gestante;
• Doenças infecciosas;
• Intoxicações;
• Perturbações psiquícas;
• Infecções;
• Fetopatias; (actuam a partir do 3º mês de gestação)
• Embriopatias (actuam durante os 3 primeiros meses de gestação)
• Genéticos.
• etc


Factores Perinatais e neonatais
Factores Perinatais ou Neonatais são aqueles que actuam durante o nascimento ou no recém-nascido.
Neste caso, podemos constatar os seguintes problemas:
• Metabolopatias;
• Infecções;
• Incompatibilidade RH entre mãe e recém nascido.
• Má assistência e traumas de parto;
• Hipóxia ou anóxia;
• Prematuridade e baixo peso;
• Icterícia grave do recém nascido (incompatibilidade RH/ABO).

Factores Pós-Natais
Factores pós-natais são factores que actuam após o parto.
Observamos, assim, os seguintes problemas:
• Desnutrição, desidratação grave, carência de estimulação global:
• Infecções;
• convulsões;
• Anoxia (paragem cardíaca, asfixia…)
• Intoxicações exógenas (envenenamento);
• Acidentes;
• Infestações.

Intervenção Pedagócica
No desenvolvimento de um indivíduo deficiente mental, deparamo-nos com várias dificuldades, sendo elas:
• Psicomotoras;
• Sensoriais;
• Nas relações sociais;
• De autonomia;
• De linguagem.

No momento de planificar qualquer intervenção educativa, devemos pensar nessas dificuldades e, consoante as possibilidades e limitações de cada indivíduo, estabelecer o programa mais adaptado.

Além de conhecer o estado geral do seu desenvolvimento e as dificuldades específicas apresentadas, deveremos atender também às capacidades de aprendizagem de cada um, para evitar que os objectivos educativos não sejam nem demasiado exigentes, a ponto de o aluno não poder atingi-los, nem tão simples, que não favoreçam ao máximo o desenvolvimento das suas potencialidades.
•Em primeiro lugar, a criança deficiente tem dificuldade em estruturar as suas experiências.
A aquisição de capacidades perceptivo-motoras não terá a mesma significação que têm para a maioria dos indivíduos da sociedade a que pertencem.
• É difícil comunicar com estas crianças porque, por um lado, teremos de entrar no seu mundo de objectos e representações e, por outro, no mundo das pessoas normais existe um campo de experiências que estão fora do alcance da criança deficiente.
Esta dificuldade para estabelecer comunicação faz com que o tipo de educação que lhes damos, deva basear-se numa série de estratégias que permitam educar a percepção, motricidade e linguagem e que consistirão no treino da capacidade para efectuar as diferenciações e as estruturações necessárias para que as aprendizagens escolares possam revestir-se de significado para a criança e possam chegar a ser objectos, ou seja, possam fazer parte não apenas do seu meio ambiente mas também do seu próprio meio.
• A criança deficiente mental não possui determinados meios para poder afirmar-se como pessoa e, por conseguinte, está sujeita a não ser respeitada e a ser tratada, por vezes, como um objecto. Para isso, contribui uma série de factores que passaremos a referir: os pais não devem deixar que a criança não faça nada, pois isso prejudica o desenvolvimento da sua autonomia pessoal; outro aspecto em que é preciso ajudar o deficiente mental é na integração do seu esquema corporal, pois se não conseguir compreender os termos que simbolizam as relações espaciais, não poderá compreender os sistemas convencionais que regulam a vida social e viverá à margem desta e muitas ocasiões.
• A atitude perante o deficiente mental deve ser sempre de aceitação da sua pessoa tal como é; esta atitude deveria ser adoptada por toda a sociedade, mas muito especialmente por pais e educadores.


A educação…
A educação em casa
O período educativo, em que as crianças estão permanentemente em contacto com os pais ou em creches ou amas, corresponde às primeiras etapas da sua vida, é da maior importância no seu desenvolvimento.
É importante que estes recebam apoio e orientações necessárias sobre as possibilidades de desenvolvimento da criança, para que assim, possam favorecê-las desde o princípio:
• o meio ambiente tem uma enorme influência na aprendizagem, através da estimulação directa ou indirecta que é dada à criança;
• os primeiros anos da infância são o período mais favorável para a estimulação, visto corresponderem à fase da vida em que o desenvolvimento psicofísico é mais acelerado;
• tudo o que a educação pode oferecer à criança nestas idades requer menor esforço educativo do que nas idades posteriores.

A educação precoce deverá fomentar todos os aspectos do desenvolvimento, como:
• Motricidade;
• Percepção;
• Linguagem;
• Socialização;
• Afectividade.


A Educação Pré-escolar
Antes da integração da pessoa deficiente mental na escola, é necessário ter em conta os seguintes parâmetros:
• Actuação pedagógica orientada:
• Estimulação e motivação para a aprendizagem e para actividades relacionais;
• Educação sensoriomotora e psicomotora;
• Treino de autonomia e hábitos de higiene;
• Educação rítmica;
• Iniciação à comunicação social;
• Educação verbal elementar.

A Educação na Escola
A educação no período escolar deve investir no desenvolvimento de todas as potencialidades da criança deficiente, com o objectivo de a preparar para enfrentar sozinha o mundo em que tem de viver.
Neste sentido, devem ser favorecidas todas as actividades que a ajudem a adquirir as capacidades necessárias para se desenvolver como ser humano:
• Sociabilização;
• Independência;
• Destreza;
• Domínio do corpo;
• Capacidade perceptiva;
• Capacidade de representação mental;
• Linguagem:
• Afectividade



RETIRADO DO SITE:http://www.deficiencia.no.comunidades.net/index.php?pagina=1021484657

Uma Lição de Amor - Dublado

domingo, 15 de julho de 2012

HAPPY CHRISTMAS
















http://partituraeletronica.blogspot.com.br/2009/07/entao-e-natal-paul-mccartney.html

The Beatles - medley of number ones

Então é natal



































http://partituraeletronica.blogspot.com.br/2009/07/entao-e-natal-paul-mccartney.html

Help! The Beatles

si / Help!   
sol si la la sol / I need somebody   
DO / Help!   
sol sol si la la sol / Not Just anybody   
DO / Help!   
sol sol sol si la la / You know i need someone   
RE DO la / Heelp   
.   
la la la la la la la / When I was younger, so much   
la la la DO la sol / younger than today   
sol la sol la sol la sol la la / I never needed anybody’s   
si si si si la / help in any way   
la la la la la la la / But now these days are gone   
la la la DO la sol / I’m not so self assured   
sol la sol la sol la sol la / Now I find I’ve changed my mind   
si si si si la / and opened up the doors   
.   
DO DO DO DO DO / Help me if you can   
si la sol si sol / I’m feeling down   
la la si si si si si / And I do appreciate   
la sol fa# la fa# / you being round   
DO DO DO DO DO / Help me, get my feet   
si la sol si sol / back on the ground   
la la RE DO si la sol / Won’t you please, please, help me   
.   
Obs: As notas maiúsculas são agudas. 
http://www.ciframelodica.com.br/musicas/?musica=821

Here Comes The Sun The Beatles


si la si sol / Here comes the sun   
si sol la si / dodododoh   
si la si sol / Here comes the sun   
sol si sol / And I say   
si la sol / It’s alright   
.   
si sol la si / Little darling   
si la sol mi sol si la fa re / It’s been a long cold lonely winter   
si sol la si / Little darling   
si la sol mi sol si la fa / It feels like years since it’s been here   
.   
si la si sol / Here comes the sun   
si sol la si / dodododoh   
si la si sol / Here comes the sun   
sol si sol / And I say   
si la sol / It’s alright   
DO si la fa# sol la / Sun, sun, sun, here it comes… (5x)   
.   
si sol la si / Little darling   
si la sol mi / I feel that ice is slowly melting   
sol si la fa re / Little darling   
si sol la si / It seems like years since it’s been clear   
.   
si la sol mi / Here comes the sun   
sol si la fa / dodododoh   
si la si sol / Here comes the sun   
si sol la si / And I say   
si la si sol / It’s alright…   
.   
Obs: As notas maiúsculas são agudas. 
http://www.ciframelodica.com.br/estilos/?musica=823

All my Loving - The Beatles

fa mi re mi fa sol la   
si do do si la mi   
la la la sol fa mi re do re   
  
.   
  
fa mi re mi fa sol la   
si do do si la mi   
la la la sol fa mi re do   
  
.   
  
do si la mi   
mi re do re mi sol mi   
do si la mi   
mi re do re do   


http://www.ciframelodica.com.br/musicas/?musica=819

And I Love Her

And I Love Her The Beatles   
.   
mi fa# sol si la DO / I give her all my love   
fa# sol la DO si / That’s all I do   
mi fa# sol si la DO / And if you saw my love   
DO si la sol fa# / You’d love her too   
fa# mi fa# si / I love her   
.   
mi fa# sol si la DO / She gives me everything   
fa# sol la DO si / And tenderly   
mi fa# sol si la DO / The kiss my lover brings   
DO si la sol fa# / She brings to me   
fa# mi fa# si / And I love her   
.   
fa# sol la DO / A love like ours   
RE DO la DO / Could never die   
RE DO la DO / As long as I   
la DO la sol / Have you near me   
.   
mi fa# sol si la DO / Bright are the stars that shine   
fa# sol la DO si / Dark is the sky   
mi fa# sol si la DO / I know this love of mine   
DO si la sol fa# / Will never die   
fa# mi fa# si / And I Love Her   
.   
Obs: As notas maiúsculas são agudas.
http://www.ciframelodica.com.br/estilos/?musica=820

I should have know better

I should have know better 
  
Intro.: sol sol la sib la sol sol la sib la sol sol la sib la sol   
  
sol   
la sol sol mi sol sol sol mi sol sol la   
sol sol mi sol sol sol mi sol sol la   
la la la   
sol la si   
la si do   
  
si si sol   
la sol sol mi sol sol sol mi sol sol la   
sol sol mi sol sol sol mi sol sol la   
la la la   
sol la si   
  
mi la si do si la fa la mi   
mi la si do si la do sol   
re mi fa sol fa mi re sol do   
re mi fa sol fa mi re do  


http://www.ciframelodica.com.br/musicas/?musica=404

Set fire To The Rain



Set Fire To The Rain - Adele   
  
DO DO DO FA SOL FA | I let it fall, my heart,   
FA FA FA MI MI MI MI MI FA | And as it fell, you rose to claim it.   
DO DO DO FA | It was dark   
DO DO DO SOL FA RE DO RE | And I was over,   
FA FA FA MI MI MI | Until you kissed my lips   
DO DO DO RE | And you saved me.   
DO FA | My hands   
SOL FA RE | They were strong,   
FA MI MI DO DO RE RE DO la RE | But my knees were far too weak,   
DO FA | To stand   
SOL SOL FA RE | In your arms without   
FA FA MI MI MI FA FA RE | Falling to your feet,   
RE RE RE RE MI RE RE MI FA MI RE FA MI RE | But there’s a side, to you, that I never knew, never knew.   
RE RE RE MI RE RE MI FA MI RE FA MI RE | All the things you’d say, they were never true, never true,   
RE RE RE MI RE RE MI FA MI RE FA MI MI | And the games you’d play, you would always win, always win.   
  
Refrão:   
fa fa sol la la sol fa la sol la | But I set fire to the rain,   
sol DO fa sol fa fa DO DO sol la | Watched it pour as I touched your face,   
la re fa re re fa re re fa re fa re re fa re | Well, it burned while I cried, ’cause I heard it screaming out your name,   
fa re do re fa sol | Your name!   
  
DO FA SOL FA | When I lay with you   
FA FA MI MI DO RE RE | I could stay there, Close my eyes,   
DO DO FA MI RE RE SOL SOL LA | Feel you here forever,   
SOL FA MI MI MI MI MI MI MI MI FA SOL | You and me together, nothing is better   
RE RE RE RE MI RE RE MI FA MI RE FA MI RE | But there’s a side, to you, that I never knew, never knew.   
RE RE RE MI RE RE MI FA MI RE FA MI RE | All the things you’d say, they were never true, never true,   
RE RE RE MI RE RE MI FA MI RE FA MI MI | And the games you’d play, you would always win, always win.   
  
Refrão:   
fa fa sol la la sol fa la sol la | But I set fire to the rain,   
sol DO fa sol fa fa DO DO sol la | Watched it pour as I touched your face,   
la re fa re re fa re re fa re fa re re fa re | Well, it burned while I cried, ’cause I heard it screaming out your name,   
fa re do re fa sol | Your name   
la la la sol fa la sol la | I set fire to the rain,   
sol sol DO sol fa mi DO DO la | And I threw us into the flames,   
la re fa re re fa | Well, I felt something died,   
re re fa re fa re re fa re | ’Cause I knew that that was the last time,   
fa re fa sol | The last time   
  
la sol sol fa fa fa sol sol la | Sometimes I wake up by the door,   
mi mi mi mi | The heart you caught,   
mi mi mi mi fa sol | Must be waiting for you,   
la sol sol fa fa fa sol sol la | Even now when we’re already over,   
mi mi mi mi mi mi mi mi mi fa sol | I can’t help myself from looking for you   
  
la la la sol fa la sol la | I set fire to the rain,   
DO sol sol fa mi DO DO sol | Watched it pour as I touch your face,   
la re fa re re fa | Well, it burned while I cried,   
re re fa re fa re re fa re | ’Cause I heard it screaming out your name,   
fa re fa sol la | Your name   
la la la sol fa la sol la | I set fire to the rain,   
sol sol DO sol fa mi DO DO sol la | And I threw us into the flames,   
la re fa re re fa | Well, I felt something died,   
re re fa re fa re re fa re | ’Cause I knew that that was the last time,   
fa fa sol fa | The last time   
  
OBS: Esta música foi enviada pelo colaborador João Guilherme Gomes.   
  

Rolling in the Deep



Rolling In The Deep - Adele   
  
si si la sol | There’s a fire   
mi si si la sol mi | starting in my heart   
si RE si la sol mi | Reaching a fever pitch   
mi mi sol mi mi sol mi mi | and it’s bringing me out the dark   
si si la sol | Finally, I can see   
mi mi si si la sol mi | you crystal clear   
si RE si la sol mi | Go head and sell me out   
mi mi sol mi mi sol mi mi | and I’ll lay your ship bare   
si si la sol | See how I’ll leave   
mi mi si si la sol mi | with every piece of you   
si RE si la sol mi | Don’t underestimate   
mi mi sol mi mi sol mi mi | the things that I will do   
si si la sol | There’s a fire   
mi mi si si la sol mi | starting in my heart   
si RE si la sol mi | Reaching a fever pitch   
mi mi sol mi mi sol mi mi | and its bringing me out the dark   
  
mi si si la sol mi | The scars of your love   
mi si si la sol mi | remind me of us   
mi si si la sol mi | They keep me thinking   
sol la sol si sol sol | that we almost had it all   
mi si si la sol mi | The scars of your love,   
mi si si la sol mi | they leave me breathless   
mi si si la sol | I can’t help feeling   
  
Refrão:   
si RE si RE si MI MI RE | We could have had it all   
RE si RE si MI FA# RE | Rolling in the deep   
si RE si RE si MI MI RE si | You had my heart inside of your hand   
si si DO DO | And you played   
si si DO si la sol | it to the beat   
si si la sol | Baby, I have   
mi si si la sol mi | no story to be told   
si RE si la sol mi | But I’ve heard one of you   
mi mi sol mi mi sol mi mi | and I’m gonna make your head burn   
si si la sol | Think of me in the depths   
mi mi si si la sol mi | of your despair   
si RE si la sol mi | Making a home down there,   
mi mi sol mi mi sol mi mi | as mine sure won’t be shared   
  
mi si si la sol mi | The scars of your love   
mi si si la sol mi | remind me of us   
mi si si la sol mi | They keep me thinking   
sol la sol si sol sol | that we almost had it all   
mi si si la sol mi | The scars of your love,   
mi si si la sol mi | they leave me breathless   
mi si si la sol | I can’t help feeling   
  
Refrão   
  
si si la sol | Throw your soul   
mi si si la sol mi | through every open door   
si RE si la sol mi | Count your blessings   
sol sol la sol la si si | to find what you look for   
si si la sol | Turn my sorrow   
mi si si la sol mi | into treasured gold   
si RE si la sol mi | You pay me back in kind and reap   
sol sol la si si RE | just what you sow   
sol la sol la si si | We could have had it all   
sol la sol la si si | We could have had it all   
si si si si si si | It all, it all, it all   

Someone Like You









Someone Like You - Adele   
  
FA RE DO sib | I heard that you’re   
FA FA RE DO sib | settled down   
That you   
FA FA RE DO sib | found a girl and you’re   
FA RE DO sib | married now   
FA RE DO sib | I heard that your   
That for me it isn’t over   
SOL RE sib | dreams came true   
DO sib RE sol sib | Guess she gave you things   
fa sol DO sib DO | I didn’t give to you   
FA RE SOL FA FA FA RE | Old friend , why are you so shy?   
sib RE sol sol sib sol | Ain’t like you to hold   
sol sib DO DO sib DO | back or hide   
from the light   
  
RE RE RE RE DO DO sib DO DO DO sib sib | I hate to turn up out of the blue uninvited   
DO sib DO sib DO | But I couldn’t stay away ,   
DO DO sib DO sib sib | I couldn’t fight it   
RE RE RE RE RE DO DO sib DO sib DO sib DO RE sol | I had hoped you’d see my face   
DO DO sib DO DO RE | And that you’d be reminded   
  
Refrão:   
FA FA FA FA MI | Never mind , I’ll find   
MI MI FA RE RE | Someone like you   
RE MI FA DO DO FA MI | I wish nothing but the best   
FA RE FA | For you two   
LA LA DO* LA | Don’t forget me , I beg   
LA SIb SOL LA LA | I remember   
LA SOL FA RE | You said   
FA FA FA FA DO DO | Sometimes it lasts in love ,   
DO RE DO RE RE RE RE FA | But sometimes it hurts instead   
FA FA FA FA DO DO | Sometimes It lasts in love ,   
DO sib la la sol fa la | But sometimes it hurts instead , yeah   
  
FA RE DO sib | You’d know how   
FA FA RE DO sib | the time flies   
FA RE DO sib MIb MIb Mib MIb MibRE RE sib sib | Only yesterday was the time of our lives   
FA RE DO sib | We were born   
FA FA RE RE sol | and raised in a   
RE DO RE | summer haze   
DO sib Mib RE sib | Bound by the surprise of our glory days   
  
Refrão:   
FA FA FA FA MI | Never mind , I’ll find   
MI MI FA RE RE | Someone like you   
RE MI FA DO DO FA MI | I wish nothing but the best   
FA RE FA | For you two   
LA LA DO* LA | Don’t forget me , I beg   
LA SIb SOL LA LA | I remember   
LA SOL FA RE | You said   
FA FA FA FA DO DO | Sometimes it lasts in love ,   
DO RE DO RE RE RE RE FA | But sometimes it hurts instead   
FA FA FA FA DO DO | Sometimes It lasts in love ,   
DO sib la la sol fa la | But sometimes it hurts instead , yeah   
  
sib DO FA RE | Nothing compares ,   
sib sib DO FA RE | no worries or cares   
RE RE RE RE RE | Regrets and mistakes ,   
RE RE RE RE RE | they’re memories made   
sib DO FA RE sib | Who would have known   
RE RE DO DO | how bitter sweet   
RE DO | This would taste?   
  
Refrão:   
FA FA FA FA MI | Never mind , I’ll find   
MI MI FA RE RE | Someone like you   
RE MI FA DO DO FA MI | I wish nothing but the best   
FA RE FA | For you two   
LA LA DO* LA | Don’t forget me , I beg   
LA SIb SOL LA LA | I remember   
LA SOL FA RE | You said   
FA FA FA FA DO DO | Sometimes It lasts in love ,   
DO sib la la sol fa la | But sometimes it hurts instead , yeah   
FA FA FA FA MI | Never mind , I’ll fin   
MI FA RE | Someone like you   
RE MI FA DO DO FA MI | I wish nothing but the best   
FA RE FA | For you two   
LA LA DO* LA | Don’t forget me , I beg   
LA SIb SOL LA LA | I remember   
LA SOL FA RE | You said   
FA FA FA FA DO DO | Sometimes it lasts in love ,   
DO RE DO RE RE RE RE FA | But sometimes it hurts instead   
FA FA FA FA DO DO | Sometimes It lasts in love ,   
DO sib la la sol fa la | But sometimes it hurts instead , yeah   
  
Obs: Música corrigida pelo colaborador Guilherme Ramos de Morais  
http://www.ciframelodica.com.br/musicas/?musica=1349

obladi oblada

http://mariajesusmusica.wordpress.com/2008/08/16/partituras-popthe-beatles/

quinta-feira, 12 de julho de 2012

"Cena real que marcou o filme Amargo Pesadelo"

video


                                       FABULOSA INTERPRETAÇÃO!

É bom aprender com a vida !!!!!
Leia o texto, antes de abrir o video, é surpreendente!!!
A CENA QUE MARCOU O FILME 
O filme "Amargo Pesadelo" estava sendo rodado no interior dos Estados Unidos. O diretor fez a locação de um posto de gasolina nos confins do mundo, onde aconteceria uma cena entre vários atores contracenando com o proprietário do posto que morava ali com sua mulher e filho. Este último, autista, nunca saía do terreno da casa.
A equipe parou no posto de gasolina para abastecer e aconteceu a cena mais marcante que o diretor teve a felicidade de encaixar no filme.
Num dos cortes para refazer a cena do abastecimento, um dos atores (que como músico sempre andava acompanhado do seu instrumento de cordas), aproveitando o intervalo da gravação e já tendo percebido a presença de um garoto que dedilhava um banjo na varanda da casa, aproximou-se e começou a repetir a sequência musical do garoto.
Como houve uma 'resposta musical' por parte do garoto, o diretor captou a importância da cena e mandou filmar. O restante vocês verão no vídeo.
Atentem para alguns detalhes:
- O garoto é verdadeiramente um autista;
- ele não estava nos planos do filme;
- A alegria do pai curtindo o duelo dos banjos... dançando;
- A felicidade da mãe, captada numa janela da casa;
- A reação autêntica de um autista quando o ator músico quer cumprimentá-lo.
Vale a pena o duelo, a beleza do momento e, mais que tudo, a alegria do garoto.
A sua expressão. No início está distante, mas, à medida que toca o seu banjo, ele cresce com a música e vai se deixando levar por ela, até transformar a sua expressão num sorriso contagiante, transmitindo a todos a sua alegria. A alegria de um autista, que é resgatada por alguns momentos, graças a um violão forasteiro. O garoto brilha, cresce e exibe o sorriso preso nas dobras da sua deficiência, que a magia da música traz à superfície.
Depois, ele volta para dentro de si, deixando a sua parcela de beleza eternizada 'por acaso' no filme 'Amargo Pesadelo' 
(Ano: 1972)

Luiz Meneghin — Brasileiro no America's Got Talent | Audições em São Francisco (legendado)

Teste de miopia!


quarta-feira, 4 de julho de 2012

Desenho uma Rosa

Como desenhar o rosto feminino

Como desenhar um olho realista

PINTURA MÚSICA - ella es arte Sinfonia!

SINFONIA (primeira versão)

A História da Música

Instrumentos da orquestra

Maestro Minnie - Flight of the Bumblebee (1999)

Mickey Maestro - William Tell Overture

Cartoon House of Mouse: A sinfonia louca da Minnie